Coaching

Coach é uma palavra da Língua Inglesa, que tem semelhança de sentido com o coche do Francês, o kutche do Alemão e o kocsi do Húngaro.

Kócs é uma cidade húngara onde a palavra foi utilizada pela primeira vez para designar “carruagem de quatro rodas”. Mais recentemente, Coach tornou-se uma gíria de origem universitária norte-americana para designar “tutor particular” que prepara o aluno para um exame de uma determinada matéria, ou também um instrutor ou treinador de atletas, atores ou cantores.

O Coaching, portanto, é o processo conduzido pelo Coach (profissional), que tem o propósito de facilitar e apoiar o coachee (cliente) em sua trajetória para a conquista de seus objetivos e metas, ajudando-o a atingir o seu melhor e a produzir os resultados que ele quer em sua vida.

Em outras palavras, é um relacionamento no qual uma pessoa (coach) se compromete a apoiar outra (coachee) a atingir um determinado resultado: seja ele o de adquirir competências e/ou de conquistar um objetivo específico,

O Coaching é um processo com início, meio e fim, com um período de duração definido em comum acordo entre o coach e o coachee, em sintonia com as metas desejadas. Fundamenta-se na investigação, reflexão e aprendizagem, por adotar uma abordagem Integral. É prestado por meio de atendimento personalizado (presencial ou internet), onde são dadas orientações, feedbacks honestos e apoio motivacional ao coachee, além de trocas enriquecedoras que ampliam perspectivas a respeito do estabelecimento e conquista de objetivos e metas pessoais e profissionais.

“O coaching baseia-se no conceito de que todas as pessoas têm potencial para solucionar suas questões, cabendo ao coach utilizar técnicas comprovadamente eficazes na mobilização comportamental do cliente, possibilitando que ele tome contato com seus hábitos e pensamentos automáticos que são, muitas vezes, auto-sabotadores e descubra suas potencialidades para auxiliá-lo a determinar o que, onde, como e quando gostaria de realizar em sua vida”, explica Marcelo Danucalov.

Apesar de ser uma técnica relativamente recente, Káritas Ribas explica que o coaching apresenta uma vasta literatura científica que comprova sua ampla aplicabilidade. “Esta técnica tem sido exaustivamente aplicada em diversos setores, tais como o corporativo, educacional e na área da saúde. Existe coaching aplicado aos familiares de crianças portadoras do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, para portadores de distúrbios do humor, aplicado na área de esportes de alto rendimento, aplicado a aprendizagem, objetivando a aquisição de uma melhor memória, aplicado aos programas de perda de peso e para performances em geral”, esclarece a especialista.

FacebookTwitterLinkedIn

Espaço Publicitário

Estatística de Visitas

58118
HojeHoje2
OntemOntem21
Esta SemanaEsta Semana23
Este MêsEste Mês300
Todas as VisitasTodas as Visitas58118

Newsletter

Cadastre-se para receber nossa novidades!
captcha
Atualizar

Espaço Publicitário

Espaço Publicitário

Anuncie3